Troika ou Argentina

Fossem as regras comunitárias outras e a solução para a tragédia grega talvez pudesse ser mais humana. Com federalismo e eurobonds, a união europeia mereceria mais do que nunca o nome. Não havendo união fiscal, resta-me testar o meu wishful thinking em joguinhos muito informativos como este. Fiquei a saber que um reajustamento do empréstimo, com prazos mais alargados, ou se dá sob as condições restritivas dos emprestadores ou não se dá simplesmente; a minha hipótese de que esse empréstimo servisse para investimento estrutural está fora de questão, porque os países emprestadores também têm eleitorados a quem agradar. Chegado o game over, a minha ideia de uma saída temporária da Grécia da moeda única (o jogo fala apenas de saída, não coloca a hipótese de que ela seja temporária e acertada com os parceiros europeus) e default parcial, ou seja, don’t cry for me Argentina, também tem pouco de realista: a Grécia teria na mesma de desvalorizar brutalmente os salários e, com apenas o turismo e pouco mais para a sustentar, não conseguiria tornar-se competitiva por artes mágicas e depois voltar ao euro. Essa hipótese da saída temporária da moeda única, que me chegou através de Kenneth Rogoff, parece por isso pouco credível. Dentro deste sistema europeu parece haver então duas alternativas: ou um reajustamento à bruta, à la troika, ou a saída do euro, a consequente desvalorização salarial relativa com a nova moeda e maior competitividade nas exportações, que se tornariam o motor da recuperação. Contras? Adeus viagens pela Europa para a classe média grega.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s